Arquivo da Categoria: Aleatório

Nos Ombros de Gigantes

Um dos perfis que mais gosto no antepenúltimo livro de Tim Ferriss, o “Tools of Titans” (onde ele compila as melhores partes de vários anos de entrevistas) é o do Kevin Costner. 

É um dos perfis mais curtos, não chega a ter duas páginas, mas acho que a edição é magistral; a primeira parte e a segunda demarcam eximiamente um arco da vida pessoal do actor e realizador.

Num dos primeiros parágrafos, ele conta como quase que morria num acidente de viação, mas deixou o carro espatifado no meio do nada, e pediu boleia até à audição para onde se dirigia. Não conseguiu o papel, mas disse ter sido aí que se apercebeu, finalmente, que era isto que queria, que não se ia importar como que o mundo e a família pensavam acerca das suas escolhas.

Num dos últimos parágrafos, o actor narra uma troca de palavras que teve com o seu pai, muitos anos depois, depois de já ter alcançado o sucesso do estrelato mundial. O seu pai lamenta-se, de forma sentida, de nunca ter tomado nenhum risco na vida. Que se manteve no mesmo emprego a vida toda porque queria que, acontecesse o que acontecesse, “houvesse sempre comida na mesa.”

A única coisa que o seu filho lhe conseguiu dizer foi: “E houve. E houve.”

Às vezes, não tomamos riscos não por sermos cobardes, mas para que os que se nos seguem tenham a oportunidade de os tomar.

Sugestão da Semana (III)

Porque me trouxeram à atenção que este blog tem sido muito sério, aqui fica algo diferente. 

Gosto de ter música sem vocais para acompanhar o trabalho, mas às vezes caio na rotina de ouvir sempre as mesmas coisas. Quando isso se começa a passar, é altura de abrir a Game Music Radio da RPGamers Network. É uma estação de rádio online onde só passam música de videojogos antigos (ou que fingem ser antigos).

Mesmo para os que não se interessam por videojogos – ou até mesmo, especialmente para os que não se interessam por videojogos – vale a pena experimentar. A selecção de composições é eximia.

Eu ligo-o e depois passo para outras abas do browser, ou outras aplicações. Dá para trabalhar horas a fio com esta música de fundo. 

Apesar de não estar a olhar para o rádio, escolho a skin do Chrono Trigger. A animação é belíssima.

Sugestão da Semana (II)

Sou um fã do Safari pela sua simplicidade e integração no sistema, mas tenho o Firefox sempre à mão, e o Momentum – Personal Dashboard é uma das extensões que gosto mais ( também disponível para Chrome e compatíveis).

É uma página de “nova aba” que tem uma data de funcionalidades catitas, mas o mais importante para mim é que quando a abro pela primeira vez no dia, ela pergunta-me qual é a minha tarefa mais importante do dia. E essa é uma pergunta a que todos devíamos responder, todos os dias.

E depois, é essa prioridade que nos aparece, escrita a letras grossas, sempre que abrimos a nova “aba.” De resto a página é limpa – tem uma imagem bonita, uma citação inspiradora, e uma lista de tarefas minimalista. Mas a nossa prioridade – é isso que salta à vista.

É o tipo de software que eu gosto – simples, mas que cumpre um propósito importante.