A Queda

Magoei uma pessoa. E não foi por maldade, mas também não foi por acidente. Foi por matemática, por optimização. Foi puramente racional.

Tenho um problema em confiar nas pessoas – assumo o pior – e isso leva-me a tentar manter em aberto Planos B no caso das pessoas me desapontarem. No caso de elas se revelarem não ser aquilo que parecem ser.

Mas quando alguém se dedica e deposita confiança em ti, descobrir que existe um Plano B – que a pessoa é, essencialmente, substituível – magoa.

Este blog existe para partilhar as coisas que vou descobrindo, na minha viagem para me tornar um homem melhor. Desta vez, estive aquém desse ideal. 

Mas não quero deixar de documentar o facto. Há demasiados relatos de sucesso na internet. Toda a gente caí, mas ninguém fala disso.

Eu estou a falar disso, porque quero o registo aqui – para me ajudar a lembrar que posso e devo ser melhor.

Pintura: Nebuchadnezzar por William Blake