Mau é Melhor Que Médio

Sempre fui capaz de ver filmes maus, e de gostar de os ver. Não é uma questão de gostar de ver incompetência ou de ter algum prazer sádico por presenciar desastre. Não tenho especial gosto em imaginar a carreira cinematográfica do Raul Julia a arder em chamas depois do filme do Street Fighter. 

Acho que há alguma coisa genuinamente divertida no espectáculo bizarro que é um filme mau – na caracterização exageradas das personagens, nas falas estranhas e perras dos actores (olá StarWars Episódio I), nos efeitos especiais fatelas. Acho mais piada a filmes assim do que acho à maioria dos filmes de comédia. 

Um filme médio ofende-me muito mais, aquele filme que não tem nada obviamente mau mas que também não excita, não ensina, não traz ao de cima nenhum tipo de emoção. Isso é só palha.

Aborrecido é pior que mau.