E-Learning III

Os incentivos da internet de hoje não são alinhados com qualidade. São alinhados com rapidez de acesso, e quantidade.

Quer dizer que é benéfico para alguém sem fama escrever um artigo rápido ou fazer um curso básico sobre algo que foi desenvolvido durante anos por outra pessoa.

Mas não para aqui. Já vi (é muito frequente no Medium) malta a escrever artigos sobre os artigos dos outros. Invariavelmente os “outros” são autores ou gurus conhecidos . Os novos autores não têm nada a acrescentar, só querem a fama por associação.

Pior, perde-se sempre algo na tradução. O exercício pode ser valioso para eles – afinal de contas, aprendemos melhor quando escrevemos nas nossas próprias palavras – mas só torna mais turvas as águas da informação digital.

É sempre melhor ir à fonte.