Cara Luna

Perdão pela minha incapacidade fotográfica. A lua merecia melhor.

É uma história de amor, mas das trágicas. A Lua e o Sol, uma perseguição constante, uma corrida que só vai terminar com a morte de um dos dois.

Mas ainda assim, como brilha ela. Brilha com a luz que a atenção do Sol lhe dá.

Este casal, para sempre separado pelo destino, vive ainda assim em simbiose: sem a luz do Sol, Lua não brilharia; sem a Lua para o reflectir, o Sol seria rei e senhor de apenas metade do seu domínio, com a noite a engolir o resto.

Ter um par que nos ilumine; ter um par que reflita o melhor de nós.

Sê um desses para alguém, e que esse alguém o seja para ti, também.