A Internet Selvagem

A internet costumava ser como o Oeste Selvagem – um mundo prenhe de possibilidades, mas sobretudo, de liberdade. 

O preço a pagar por essa liberdade era que, por vezes, aconteciam coisas más. Era mais fácil viver-se como um fora-da-lei nesse mundo; era mais fácil  ser um predar nos mais fracos, nos mais vulneráveis. E por isso, o oeste foi sendo domado.

Mas a semelhança acaba aí. As “autoridades” da internet – em muitos casos companhias privadas – não estão concentradas em tornar a internet num lugar mais seguro. Praticar o crime na internet continua a ser quase tão fácil como era há 10 anos.

O que é muito mais difícil é trocar ideias. Ou fazer comédia. Ou mesmo ser ofensivo e mal-educado (mas não violento) só porque nos apetece.

Sabemos que o rei é mau quando a primeira pessoa a ser executada é o bobo da corte.