A Invencível Rosa

Não havia sensação como esta. No topo do seu cavalo, acima do campo de batalha onde os fieis combatiam contra os bárbaros, sob o Sol escaldante, Lyria sentia-se em perfeita comunhão com o seu Deus.

O Seu calor, a Sua energia, a Sua força divina – tudo isto corria como água de um riacho, directamente do astro divino que brilhava no céu até ao seu corpo. E ao mesmo tempo dela saía, pelos seus olhos, dedos, pelos poros da sua pele – irradiava em sua volta, transmitia força e coragem aos seus soldados, castigava os inimigos com calor e cansaço.

Ela era o Sol e o Sol era Ela – A Rosa do Norte tinha-se tornado a Mão de Lohander em Eléssia, como era o seu destino.

Ela era Una com o seu Deus.

Ela era invencível.

Arte por Macarious via DeviantArt